12 tendências para os negócios em 2021

12 tendências para os negócios em 2021

Tendências vêm e vão, mas as transformações e mudanças previstas para 2021, no que tange ao mundo dos negócios, prometem ficar. Muitas já vinham avançando lentamente, mas foram ligeiramente aceleradas a partir da pandemia do novo coronavírus. Muitos comportamentos, formas de consumo e expectativas mudaram de forma significativa durante esse período. E as empresas precisaram se adaptar rapidamente para acompanhar todos os acontecimentos – e aprender com eles. A Exame Academy e ACE realizaram um estudo apontando 12 tendências para esse ano. Confira: Escritórios sem endereço As empresas encontraram uma nova forma de trabalhar e se surpreenderam que há muito mais vantagens do que imaginavam. Inclusive, uma pesquisa feita pela Cushman & Wakefield apontou que 74% das empresas pretendem manter o trabalho de casa como uma opção definitiva no pós-pandemia. Além disso, a possibilidade de manter o trabalho remoto abre espaço para uma série de tendências: os “resort offices” (hotéis paradisíacos com boa infraestrutura para os hóspedes manterem a rotina de trabalho), bem como empresas e técnicas que facilitam a gestão remota de pessoas.   Vídeos com grande destaque Os vídeos tomaram conta da internet. Com a impossibilidade de encontros, reuniões, eventos e capacitações presenciais, as pessoas e empresas passaram a dar muito mais atenção a lives, aplicativos de videoconferência, webinars e serviços de streaming. Inclusive, as ações do Zoom na Nasdaq, bolsa de valores das empresas de tecnologia, chegaram a se valorizar 775% ao longo do ano. Os vídeos seguirão na rotina das pessoas, tanto no âmbito profissional como pessoal.   Investimentos em startups Em 2021, uma tendência bastante forte é a mudança do cenário de investimentos em...
9 tendências tecnológicas para 2021

9 tendências tecnológicas para 2021

2021 acaba de iniciar e, com o novo ano, surgem também novas tendências estratégicas para o mercado. Assim como diversas outras áreas, a tecnologia sofrerá impacto devido à crise mundial causada pela pandemia da Covid-19. Portanto, recentemente, para entender quais serão as apostas tecnológicas para o próximo ano, a consultoria Gartner anunciou as grandes tendências que estarão em foco em 2021. Brian Burke, vice-presidente de pesquisa da empresa, pontua que, neste ano, será essencial que as organizações sejam mais flexíveis e capazes de se adaptar às mudanças: “A necessidade de resiliência operacional nunca foi tão grande em todas as funções de negócios. Os CIOs lutam para se adaptar às condições em mudança para corrigir os negócios futuros. Isto requer uma plasticidade organizacional que permita formação e reforma dinâmicas. As principais tendências de tecnologia estratégica do Gartner para 2021 possibilitam esta plasticidade ”. Para Burke, as tendências dizem respeito a três principais temas: people centricity (pessoas no centro do negócio), independência do local de trabalho, entregas resilientes. Confira: 1.    Internet de Comportamentos A IoB (Internet of Behaviors – internet de comportamentos) surge a partir da captação de dados e sua utilização por empresas para influenciar o comportamento humano. As tecnologias por trás deste conceito são soluções de reconhecimento facial, rastreamento de localização, big data, ferramentas que conectam os dados que geram certos comportamentos como compras ou o uso de dispositivos e outras que permitem monitorizar os protocolos de saúde durante a pandemia etc. A Gartner provoca a reflexão de que a internet dos comportamentos capta a ‘sujeira digital’ das pessoas.  Além disso, a consultoria acredita que, até o final de 2025, mais da...
Os desafios do varejo multicanal

Os desafios do varejo multicanal

Os canais do varejo se expandiram: o presente é marcado pela interação online offline, com o e-commerce disputando ou complementando o mercado do comércio físico diariamente. É também cada vez mais frequente a consulta online antes de compras em ambiente físico, tendência que torna o conceito omnichannel ainda mais cotidiano. Se de um lado temos consumidores repletos de benefícios e opções, do outro estão os varejistas tentando enfrentar esse desafio imposto pelo multicanal. A própria jornada de compra sofreu modificações consistentes. Antes, a pessoa decidia o que queria e só depois se deslocava em direção ao local escolhido para pesquisar ou efetuar o pagamento. Agora, o cidadão pode até influenciar nas redes sociais a aquisição ou não de algo, estando em casa, no escritório ou em qualquer lugar do mundo, além de ter um conjunto de alternativas para ter acesso ao varejista. Ao varejista está posta a meta de entender como funcionam os multicanais utilizados pelos clientes, e rápido! A ideia é conseguir informações sobre os consumidores na loja online para poder utilizar esses dados a seu favor – como já ocorre nas lojas físicas – e evitar mais falências. “Os varejistas tradicionais estão vivendo uma crise existencial. O cliente não quer saber o grau de complexidade que a empresa está passando. No e-commerce o consumidor está no centro do sistema e sua trajetória até a compra não é linear”, explica Reginaldo Back, diretor Executivo da SinapseTech, empresa brasileira integradora de soluções para o varejo. Segundo ele, que palestrou sobre o tema na ESPM-Sul, em Porto Alegre-RS, a nova geração de varejo está passando do conceito de “vendas por...
SinapseTech palestra sobre varejo multicanal na ESPM Sul

SinapseTech palestra sobre varejo multicanal na ESPM Sul

O diretor Executivo da SinapseTech, Reginaldo Back, palestrará na quinta-feira, 06/12, durante a 3ª edição do ESPM Market Place, que ocorre das 19h30 às 22h no Prédio C da ESPM Sul (6º andar). No evento, que tem como objetivo promover o encontro de profissionais de mercado e professores da ESPM, ampliando a troca de conhecimentos e experiências, Reginaldo apresentará o tema: “O varejo multicanal e seus desafios”. O ESPM Market Place é realizado pelo curso de Relações Internacionais da Escola Superior de Propaganda e Marketing, e também terá palestras de Luiz Dias, diretor de Ecommerce do Grupo Linx+DCG, e da Dra. Marlise Alves, professora de comércio exterior da ESPM-Sul. Participe e atualize-se sobre o cenário de varejo nacional e...
A tecnologia como aliada aos supermercadistas

A tecnologia como aliada aos supermercadistas

O atual cenário econômico está cada vez mais desafiador para os varejistas, com incertezas sobre o futuro. A desvalorização da moeda, o mercado de trabalho desacelerado, as pressões com custos, somados ao cenário interno incerto e ao externo desfavorável, estão levando a economia e o comércio a um dos ritmos mais fracos de crescimento dos últimos anos.   Porém, as rápidas mudanças com o advento das tecnologias, que imprimem disrupção aos negócios, estão permitindo novas formas de interação para o varejista, acesso à informação, e conferindo, ainda, poder de escolha aos clientes.   Hoje, o consumidor possui mais conhecimento sobre todas as suas opções de compra, tem à mão um mix muito maior de lojas e produtos, tem voz ativa sobre a marca, a experiência de compra e a comparação de preços.   A tendência é que este novo comportamento se acentue ainda mais e as empresas que não se atentarem a essa situação deverão perder participação de mercado. Por este motivo, é muito importante conhecer o comportamento do seu cliente e se adequar aos seus anseios, tanto quanto possível.   Os supermercados são locais de consumo recorrentes na vida cotidiano de todas as pessoas, todos precisam se alimentar. Por isso, as empresas que tornarem esta experiência o mais prazerosa possível, certamente experimentarão receitas maiores. As tecnologias podem ser aplicadas principalmente para promover uma melhor jornada de compra.   Identificar hábitos de consumo facilita o entendimento das necessidades dos  clientes. Com o apoio da tecnologia, é possível se adaptar a novos padrões e tendências, o que é uma grande ferramenta de alavancagem dos negócios para os supermercadistas.   Por meio...
Crescimento exige assertividade na estratégia

Crescimento exige assertividade na estratégia

Para o aumento da receita das empresas, o planejamento é essencial. Principalmente, num mercado altamente concorrente como é o atual. Neste sentido, traçar metas, lançando mão de metodologias é uma eficiente estratégia de diferenciação mercadológica. O auxílio da parceria confiável com a SinapseTech garante sucesso na evolução deste processo. Além disso, permite que os varejistas foquem em estratégias relativas ao negócio e, com isso, consigam de fato obter lucro. Identificar as informações corretas dentro das organizações é essencial para a definição do plano de ação e controle de sua evolução. Veja a seguir, quatro dicas para crescer agora e ter sucesso nos negócios: Planejamento e gestão estratégica – é importante definir processos e ferramentas, além de determinar responsabilidades das áreas de negócios e de TI, o que transforma a informação em uma válvula modificadora de resultados, tornando-os positivos. Diagnóstico e evolução de maturidade – é essencial entender onde se está. Desta perspectiva, é possível estabelecer um plano de desenvolvimento de maturidade que sustente a estratégia corporativa. Neste ponto, é necessário identificar o nível de maturidade da organização, na avaliação de quatro variáveis: pessoas, processos, ferramentas e a tática de negócios. Formação e transição de lideranças – o desenvolvimento de pessoas e do modelo de progresso individual é um elemento fundamental na evolução estratégica e tecnológica. Mapeamento e Enriquecimento de Processos – para garantir qualidade, consistência e resultados concretos é necessário identificar e simplificar processos, o que elimina pontos de desperdício e aumenta a eficiência operacional. Para saber mais sobre a consultoria estratégica da SinapseTech, clique aqui e entre em contato com o time de consultores especializados, que estão prontos...