O uso de tecnologia de forma inteligente é uma vantagem competitiva entre as empresas. Os recursos tecnológicos facilitam processos, auxiliam nas tomadas de decisão, automatizam rotinas. Mas é preciso saber aplicá-los da forma correta para aumentar seus resultados.

Quer saber quais os principais benefícios para os negócios que priorizam a tecnologia? Confira os principais pontos apresentados pela Boston Consulting Group.

 

Expande os limites das organizações

A tecnologia transpõe os limites tradicionais de todo negócio. Com a agilidade e facilidade do processamento de dados, não há mais barreiras físicas que cerceiam uma organização. Afinal, é possível capturar e acessar dados e informações das mais variadas fontes externas, através de recursos como internet das coisas. Empresas de tecnologia, por exemplo, têm criado sólidos ecossistemas digitais para poder acessar os dados de diversos fornecedores.

 

Cria ciclos de aprendizagem rápidos

Tradicionalmente, dentro das empresas, o ciclo de aprendizagem de uma ação tomava tempo. As pessoas precisavam executar ações, ganhar conhecimento acerca delas, aprender a respeito e agir (ou reagir) baseando-se nas informações adquiridas. Mas, com o avanço da inteligência artificial, pode-se aprender e agir na “velocidade de um algoritmo”.

Através de sistemas de dados conectados a algoritmos de IA, não é necessária a intervenção humana. É possível tomar decisões, fornecer dados e construir um ciclo de aprendizagem integrado. Um exemplo é a plataforma de recomendação da Netflix, em que o sistema analisa o comportamento do usuário e produz automaticamente sugestões personalizadas para cada um em determinado momento.

 

Direciona os talentos para suas áreas de força

Os algoritmos podem identificar padrões e realizar algumas tarefas de forma muito mais rápida do que os humanos jamais poderiam fazer. Então, por que perder tempo delegando processos que poderiam ser automatizados? Por que não dedicar esforços a desenvolver habilidades realmente importantes – e únicas – para a organização? A Amazon, por exemplo, automatizou rotinas como gestão de inventário e precificação com a filosofia conhecida de “mãos fora do volante”, e foca em incentivar as pessoas a pensar em novas ideias – e não realizar tarefas automatizadas.

 

Possibilita a comunicação entre as pessoas

Saber se comunicar é chave nas empresas. Discutir opiniões, disseminar ideias, interagir, conversar sobre diferentes pontos de vista são essenciais para o crescimento da empresa e satisfação do cliente interno. E a tecnologia auxilia no processo de comunicação do negócio, permitindo a interação entre todos.

 

Facilita a cooperação

Mesmo se as ideias foram disseminadas e a comunicação for fluida, isso pode não ser suficiente para gerar novas atitudes. Mudanças precisam envolver diversas pessoas, e a tecnologia pode auxiliar e acelerar ações coletivas. Um exemplo é o Wikipedia, que possibilitou que milhões de usuários contribuíssem com conhecimento de forma livre e massiva na enciclopédia digital.

Mesmo com todos os benefícios que a tecnologia traz, existe uma coisa, no entanto, que recurso tecnológico algum pode ajudar: definir o propósito do negócio. Apenas seres humanos podem determinar o motivo pelo qual as empresas existem, quais são as aspirações, quais são os objetivos e de que maneira transformam a vida das pessoas.