Experience Mapping ou Jornada do Cliente: Um olhar além do básico

Entender o negócio e propor soluções aderentes a estratégia da empresa mostra-se um dos grandes desafios para consultores e gestores. Múltiplas ferramentas, frameworks e metodologias são difundidas diariamente tentando simplificar a tarefa e garantir tal aproximação. Dentre este cenário de várias opções, a SinapseTech tem utilizado-se de mapas de experiência ou, dependendo do cliente, mapas de jornada do cliente visando sustentar o entendimento e ampliar a concepção do negócio que atendemos. Mas qual é a definição de um mapa de experiência e como contruí-lo? Representação visual de toda a experiência do cliente através dos pontos de contato entre ele e a organização, desde o primeiro contato, a compra, o pós-venda, a renovação e recompra; Lembrar que pontos de contato podem ocorrer de várias maneiras e diferentes canais: website, app mobile, quiosques, loja física/vendedor, conversa com amigos, mídia offline, etc Esta experiência é formada pelas necessidades do cliente, seus desejos e suas expectativas para realizar um determinado objetivo com o produto/serviço; Podemos definir 3 objetivos gerais desta ferramenta: Visão abrangente da maneira que cliente interage com a empresa; Maior entendimento do negócio (o processo de criação aumenta este entendimento); Revelação de pontos de oportunidade     Quer saber mais? Entre em contato e deixe-nos contar nossa...

A importância dos indicadores

Infelizmente a coleta consistente de indicadores, sejam eles quais forem, ainda representa uma diminuta porção das empresas brasileiras. Parte dessa dificuldade é claramente gerada pela disseminada cultura do “jeitinho” ou do improviso que impedem qualquer quantificação ou comparação de resultados. Mas quais os ganhos da implementação de indicadores? Estabelecer as metas de melhoria para os processos e serviços Saber quão longe ou perto você está de atingir seus objetivos Indicar as causas das variações de desempenho de processos e serviços Gerenciar um projeto de TI Comunicar seu desempenho a administração Garantir o desempenho das funções gerenciais de TI Garantir que os riscos de TI e negócio estão sendo gerenciados Garantir que a área de TI esteja conforme os regulamentos internos e externos Verificar tendências para tomar ações preventivas Confirmar se as medidas tomadas atingem seus objetivos Verificar se a TI está agregando valor ao negócio Gerenciar com base em fatos e dados, este é o...