Pilares da Segurança da Informação

Nas próximas semanas a SinapseTech estará adicionando a seu portfólio de serviços compartilhados a gestão de segurança digital. Antes tema presente apenas em grandes corporações, hoje cada dia mais presente no dia-a-dia de todos os tipos e tamanhos de empresas. Mas você conhece os pilares da segurança da informação? Principais pilares: Confidencialidade – A informação somente pode ser acessada por pessoas explicitamente autorizadas; É a proteção de sistemas de informação para impedir que pessoas não autorizadas tenham acesso ao mesmo. O aspecto mais importante deste item é garantir a identificação e autenticação das partes envolvidas. Disponibilidade – A informação ou sistema de computador deve estar disponível no momento em que a mesma for necessária; Integridade – A informação deve ser retornada em sua forma original no momento em que foi armazenada; É a proteção dos dados ou informações contra modificações intencionais ou acidentais não-autorizadas. Já é nosso cliente? O novo pacote de serviços estará automaticamente disponível na quinzena de abril/2016. Ainda não é? Entre em contato e nos deixe apresentar nossas soluções de gestão e suporte de...

O valor da loja física no varejo em um cenário omnichannel

O mesmo efeito já foi visto no anunciado fim da era dos PCs (computadores pessoais) que levaram gigantes da indústria como HP, Lenovo e Samsung a anunciar sua saída do segmento, já que, o mercado alcançara 2 anos atrás seu derradeiro capítulo final. Bom para a, não menos gigante, Dell tirar proveito e abocanhar fatias de um mercado que, apesar do declínio, ainda gera receitas consideráveis. Entende-se agora, principalmente a partir do estudo da empresa britânica ATKerney, que o mesmo efeito aplica-se ao alardada redução da importância das lojas físicas no varejo que, de uma hora para outra, passaram a ser consideradas peça secundária frente ao frenesi Online. Obviamente,não estamos falando de lojas que seguem trabalhando da mesma forma de sempre, como pontua o artigo entitulado “Recasting the Retail Store in Today’s Omnichannel World” da mesma empresa britânica: Isso não quer dizer que o varejo é um negócio como de costume. Não é. O advento de novos canais de varejo aumentou a concorrência (incluindo o digital) , os custos ( para oferecer produtos em todos os canais ), e as pressões de preços (especialmente devido ao aumento dramático na transparência dos preços através de canais digitais) . A mudança para uma experiência de compra omnichannel significa modificar o valor do papel dos canais tradicionais como as lojas físicas responsáveis ​​pelos clientes fisicamente presentes. Entender a expectativa do cliente e preparar os diferentes canais para cumprir seu papel de forma clara pode ser o grande diferencial atualmente. O gráfico abaixo, retirado do mesmo artigo, demonstra bem esta diferença, especialmente em verticais especializadas: A SinapseTech especializou-se em transformar áreas de tecnologia em meio de impulsionar o negócio e, mais que isso, trazer para...