Integradores de soluções focados no varejo.
Produtos, serviços, gestão, suporte e projetos.
A tecnologia descomplicada como nunca.

Quem Somos

Somos integradores de soluções com sólido conhecimento no varejo.
Possuímos mais de 25 anos de experiência.
Somos apaixonados por tecnologia que gera valor para o varejo.
Implementamos centenas de projetos no Brasil e exterior.
E já atendemos varejistas de diversos formatos, portes e segmentos.

Nós Acreditamos

Que o cenário econômico está cada vez mais desafiador para os varejistas, com muitas incertezas sobre o futuro.
Mas que as rápidas mudanças nas tecnologias estão permitindo novas formas de interação, acesso a informação e poder de escolha.
E também que os novos consumidores estão cada vez mais informados e exigentes em relação aos produtos que consomem.

A SinapseTech teve uma participação decisiva na área de tecnologia de informação no Grupo St Marche. Eles possuem experiência do negócio, metodologia ágil e forte orientação para resultados. As iniciativas propostas pela SinapseTech aumentaram significativamente o nível de maturidade da TI melhorando o relacionamento com as demais áreas da empresa.

Bernardo Ouro Preto

CEO, St. Marche & Eataly

Para a CardSolution está clara a relação de parceria e compromisso que a Sinapsetech busca com seus clientes, nossas expectativas estão sendo superadas com o ótimo trabalho desenvolvido por esta empresa, só temos elogios a fazer

Elton Deecken

Operações, CardSolution

A equipe tem cumprido fielmente o que foi acordado no escopo da proposta comercial e posteriormente no contrato. Esta transferencia da gestão operacional do TI para a Sinapsetech trouxe transparência e tranquilidade em processos anteriormente muito tumultuados.

Priscilla Santos

Gerente Geral, MELCO Elevadores

Últimos artigos

3 coisas que as pessoas não contam sobre a transformação digital

A transformação digital se torna cada vez mais uma prioridade para as empresas. Devido à pandemia, a urgência de trazê-la para a realidade dos negócios aumentou – e agora entendemos que é uma demanda muito importante para se destacar no mercado. Mas a tarefa não é simples, porque requer muito comprometimento dos líderes, estratégias certas e equipes engajadas. Inclusive, dados da McKinsey afirmam que apenas 16% dos executivos dizem que as suas iniciativas de transformação digital estão tendo sucesso, especialmente devido à resistência de colaboradores e à falta de apoio da gestão. De acordo com a Forbes, se as organizações querem realmente transformar seus negócios, elas devem compreender que é preciso ir a fundo nas mudanças, dedicar-se e criar novas oportunidades. Por isso, vamos trazer aqui 3 coisas que as pessoas não falam quando se trata de transformação digital segundo a Forbes:   A transformação requer pessoas que se dediquem a praticá-la no dia a dia – não apenas experts em novas tecnologias. Muitos líderes geralmente acionam a ajuda de profissionais especializados em determinadas tecnologias, softwares ou linguagens para decisões a respeito da transformação digital. Estes experts podem ser excelentes nos seus campos de atuação, mas isso não quer dizer que tenham conhecimento naquele mercado. Isso poderia levar a empresa a utilizar a melhor tecnologia, porém, não solucionar o real problema. Para isso, são necessários vários especialistas em transformação digital para que a organização vá na direção certa da colaboração, iteração e criação de soluções com seus times e parcerias. A transformação digital não é um evento específico – e implementá-la não precisa ser caro. É possível mudar modelos... ler mais

Mindset ágil x Mindset burocrático: qual é a diferença?

Já é uma realidade: a gestão ágil está transformando os modelos de negócios atuais. Esse formato já era utilizado especialmente em equipes de tecnologia, mas agora está se espalhando rapidamente para todos os tipos de organização, incluindo algumas das maiores empresas do mundo, como Amazon, Apple, Facebook, Google e Microsoft. Segundo a Forbes, essa onda está revolucionando o modo como conhecemos os negócios. Mas para a gestão ágil acontecer é preciso um mindset ágil. Já não há espaço para o crescimento de empresas que seguem com um mindset burocrático, preocupados em lucrar a qualquer custo e operando num modelo hierárquico (top-down) com múltiplas divisões.  Qual é a diferença de uma mentalidade ágil e uma mentalidade burocrática? Confira as definições criadas por Stephen Denning:   MINDSET ÁGIL   Objetivo: “A lei do cliente”, ou seja, importa-se em entregar valor para o cliente. Como é feito o trabalho: “A lei do pequeno time”, ou seja, a ideia de que o trabalho pode ser feito por times auto-organizados, operando em pequenos ciclos e focando na entrega para o consumidor. Estrutura organizacional: “A lei do network”, ou seja, a empresa interage com diferentes redes e diferentes times.    MINDSET BUROCRÁTICO   Objetivo: “A lei do shareholder”, ou seja, a empresa foca na meta de lucrar e maximizar a entrega de valor aos acionistas. Como é feito o trabalho: “A lei do burocrata”, ou seja, o formato entende que as pessoas devem se reportar o tempo todo aos chefes, que são quem definem os papéis, regras de trabalho e critérios de performance. Estrutura organizacional: “A lei da hierarquia”, ou seja, a organização opera de... ler mais
cardsolution  florybal     Fujikura    

Fale com a gente

Sinapsetech

Avenida Iguassu, 197 – Sala 402
Petrópolis – Porto Alegre / RS
CEP 90470-430